Highslide for Wordpress Plugin

Praça Eugenio Latour Rio de Janeiro, RJ

Tel: (21) 2458-4551

Ministério da Consolação e Esperança

espiritualidadeObjetivo Geral: Dar assistência espiritual nos cemitérios às famílias que perderam seus ente queridos sendo católico ou não católico.

Coordenação: Juarez Fuentes Ruelles / Maria Neli Ribeiro de Araújo

Nota: Em 2002, sob o governo arquidiocesano de Dom Eusébio Schied, o nome da Pastoral da Esperança foi elevada a ministério e passou a se chamar Ministério da Consolação e Esperança. E qual a diferença entre pastoral e ministério? A pastoral é um serviço esporádico e o ministério, um serviço vinculante, por isso, quem celebra a investidura de novos ministros é sempre o bispo.

Objetivo Estratégias Quando Onde
– Atender e dar conforto espiritual nos cemitérios às famílias dos falecidos que desejam assistência espiritual. 

– Anunciar a Ressurreição de Jesus Cristo e realizar a missão de acender a chama da fé e da esperança da vida eterna no coração daqueles que estão de luto.

– Chega-se ao cemitério e procura saber se há sepultamento;- Vai-se a capela e dirige-se ao responsável do falecido;

– Apresenta-se como Igreja Católica à família do falecido, trajando vestimenta própria (jaleco branco e cruz) portando o aspergidor e folheto arquidiocesano.

Se SIM: realiza-se a celebração;

Se NÃO: O ministro agradece à família e retira-se do ambiente.

– Toda sexta-feira pela manhã e tarde por cumprimento de escala. 

– Em qualquer situação de falecimento por solicitação da família.

Cemitério de Ricardo de Albuquerque(Na pedra ou capela)

 

Em qualquer cemitério.

Aprofundamento sobre a missão do Ministério. Retiro Anualmente Arquidiocese